terça-feira, 6 de Janeiro de 2009

O Secretario na Actualidade



As relações de trabalho estão cada vez mais competitivas, exigindo profissionais qualificados que desenvolvam empatia, motivação, criatividade, flexibilidade para mudar e coragem para assumir riscos.
O surgimento de tecnologias, também contribui bastante para as mudanças e a Secretaria teve que correr atrás do seu aperfeiçoamento profissional, para não perder espaço no mercado de trabalho, pois a formação profissional foi o que acarretou mais peso para que os trabalhadores se mantivessem na empresa. O bom profissional é aquele que tem consciência de que para crescer na profissão, precisa de investir no futuro e que precisa de se empenhar para lidar muito bem com as suas competências.
Actualmente, o Secretário Executivo não se dedica apenas a cuidar da agenda, a atender telefonemas ou a escrever cartas ditadas pelo seu chefe. Atendimento ao cliente, gestão de informação e relações interpessoais, são atribuições cada vez mais comuns no seu dia-a-dia. A Secretária precisa de estar preparada para exercer o seu cargo com uma atitude executiva. As mudanças no perfil da profissão levaram os profissionais a desenvolver novas habilidades.
Nesta época de transformações as empresas necessitam de profissionais qualificados. Com as frequentes mudanças, para acompanhar o desenvolvimento, cabe ao Secretariado Executivo diferenciar-se, actualizando com as novas tecnologias, executando o seu potencial criativo e deve estar sempre aberto para a aprendizagem. Esse é o verdadeiro perfil do Secretário Executivo do futuro.
Os secretários permaneceram no mercado do trabalho se souberem trabalhar em equipa, que tenham competência interpessoal, domínio da língua materna e estrangeira, alem de terem conhecimentos em informática, administração, direito, psicologia, contabilidade, estatística e facilidade em expressão oral e escrita.
O mercado de trabalho do Secretário Executivo difundiu-se bastante nos últimos anos, actualmente ele pode executar a profissão tanto em pequenas como em grandes empresas, sejam elas publicas ou privadas, actuando como assessor executivo, gestor, consultor, nos diversos ramos empresariais.
Actualmente as funções do secretário têm sofrido algumas alterações, ocorrendo em grande parte do crescente o uso do computador, da vulgarização dos equipamentos eléctricos e electrónicos que se encontram nos escritórios actuais como por exemplo: o fax e as fotocópias de múltiplas funções. Toda esta evolução das tecnologias de informação e comunicação possibilitou a execução das tarefas de formas rápida, e com mais qualidade, por parte dos secretários, assim como o aparecimento das tarefas mais complexas.
Actividades específicas na profissão de Secretário Executivo Actual
As funções de assessor é aquelas que fazem referenciam aos componentes da organização, que auxiliam os executivos no desenvolvimento do trabalho, com mais eficiência na concretização dos objectivos fundamentais da empresa.
Actualmente, o Secretário Executivo assume o papel de assessor. É comum que ele se relacione com o cliente e o publico em geral, facilitando o alcance dos objectivos da empresa.